Hulk quebra recorde do Atlético-MG e diz que jogou com febre: "Era uma final"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Hulk quebra recorde do Atlético-MG e diz que jogou com febre: "Era uma final"

Hulk marcou o gol da vitória atleticana pela segunda partida consecutiva
Hulk marcou o gol da vitória atleticana pela segunda partida consecutivaPedro Souza/Atlético
O atacante Hulk quebrou mais uma marca história do Atlético-MG, nesta terça-feira (6), ao fazer o gol da vitória contra o Alianza Lima por 1 a 0. Com 15 gols na equipe mineira pela competição, ele se tornou o maior artilheiro do Atlético-MG na história da Libertadores.

Após a partida, Hulk revelou que não estava nas melhores condições fisicas para atuar em Lima. O ídolo atleticano contou que sentia febre há pelo menos 24 horas.

"Ainda estou suando frio aqui. Desde ontem estou com um pouco de febre interna e estou tomando remédio. Mas graças a Deus consegui entrar em campo, ajudar meus companheiros. São coisas que a gente consegue superar e o mais importante é sair daqui com o objetivo conquistado", falou o jogador em entrevista coletiva após a partida.

A vitória deixa o Atlético-MG em posição muito favorável para ficar com uma das duas vagas do Grupo G na última rodada. O Galo pode até perder por um gol de diferença para o Libertad-PAR que avança ao mata-mata continental. Hulk destacou a importância do jogo contra o Alianza Lima para a sequência da temporada.

Hulk recebeu assistência de Paulinho para fazer o gol da vitória
Hulk recebeu assistência de Paulinho para fazer o gol da vitóriaPedro Souza/Atlético

"Nós sabíamos que era uma final. É muito difícil, depois de um clássico pegado é difícil dormir, acaba descansando só de madrugada. Aí no domingo viajamos pra cá de madrugada também e acaba sendo duas noites sem dormir. Ontem que conseguimos dormir bem. Tudo isso pesa muito para chegar em campo e estar na seu melhor nível. Mas todos os jogadores deram o seu máximo". comemorou o artilheiro do Atlético-MG na Libertadores.

No próximo fim de semana, o desafio do Galo é pelo Brasileirão, contra o Red Bull Bragantino, no Mineirão. Atualmente na 3ª posição com 17 pontos, o time de Eduardo Coudet está invicto há cinco jogos na Série A.