Confira a seleção do 1º turno do Brasileirão

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Seleção do Brasileirão 2023: veja o time ideal do 1º turno

Tiquinho Soares é o grande destaque do Botafogo, líder isolado do Brasileirão
Tiquinho Soares é o grande destaque do Botafogo, líder isolado do BrasileirãoFlashscore/Botafogo
Rodada a rodada, o Flashscore seleciona os destaques individuais do Brasileirão. Ao fim do primeiro turno, é hora de montar o time ideal do campeonato até aqui.

A regra é simples: elencar os jogadores com as maiores médias de notas em cada posição. Para isso, utilizamos as avaliações do Flashscore — entenda aqui como funciona o sistema.

Veja a tabela completa do Brasileirão

Há uma condição para fazer parte da seleção do 1º turno: ter disputado ao menos 12 partidas — ou seja, mais de 60% dos jogos. Em caso de empate na média das notas, vence quem entrou mais vezes em campo.

A classificação do Brasileirão no fim do 1º turno (dois jogos foram adiados)
A classificação do Brasileirão no fim do 1º turno (dois jogos foram adiados)Flashscore

Sem mais delongas, confira abaixo a seleção do 1º turno do Brasileirão 2023.

Goleiro: Matheus Cunha (Flamengo)

- Média Flashscore: 7,49

- Jogos: 15

- Aparições na seleção da rodada: 1

- Jogos sem sofrer gol: 4

Matheus Cunha, do Flamengo
Matheus Cunha, do FlamengoPaula Reis/Flamengo

No começo do ano, o reserva recebeu algumas chances no Campeonato Carioca e chamou pouca atenção. O bom jogo com os pés fez Cunha cair nas graças de Jorge Sampaoli e virar titular absoluto. Mas o goleiro não se destacou apenas pela saída de bola: fez várias defesas importantes e tem sido um dos pilares defensivos do Flamengo.

Outros destaques no gol:

Lucas Perri (Botafogo) - 7,38

Fábio (Fluminense) - 7,15

Lateral-direito: Tinga (Fortaleza)

- Média Flashscore: 7,32

- Jogos: 13

- Aparições na seleção da rodada: 1

Tinga, do Fortaleza
Tinga, do FortalezaLeonardo Moreira/Fortaleza

O capitão do Laion é uma das maiores surpresas na seleção do turno. Eficiente na defesa e participativo no ataque, Tinga tem uma regularidade impressionante. Ele é um retrato fiel do Fortaleza de Juan Pablo Vojvoda, que segue excedendo expectativas.

Outros destaques na lateral direita:

Di Plácido (Botafogo) - 7,19

Rafinha (São Paulo) - 7,09

Zagueiro 1: Adryelson (Botafogo)

- Média Flashscore: 7,18

- Jogos: 18

- Aparições na seleção da rodada: 3

- Jogos sem sofrer gol: 11

Adryelson é líder do Brasileirão em rebatidas
Adryelson é líder do Brasileirão em rebatidasOpta by Stats Perform/Botafogo

Soberano na proteção da área. Dominante no jogo aéreo. Seguro na saída de bola. Adryelson se destacou em todos esses aspectos e foi um dos grandes nomes do primeiro turno histórico do Botafogo. Protagonista na defesa menos vazada do Brasileirão, o zagueiro lidera o campeonato em rebatidas.

Zagueiro 2: Cuesta (Botafogo)

- Média Flashscore: 7,23

- Jogos: 17

- Aparições na seleção da rodada: 3

- Jogos sem sofrer gol: 11

Cuesta, do Botafogo
Cuesta, do BotafogoVítor Silva/Botafogo

Em 2022, Cuesta encontrou Adryelson. Em 2023, a dupla atingiu o status de melhor do país. “El Patrón” teve rápida adaptação ao Botafogo e foi uma das peças cruciais na construção do time que dominou o Brasileirão no primeiro turno. Seguro pelo alto e por baixo, o argentino ajuda a explicar o sucesso do líder.

Outros destaques na zaga:

Beraldo (São Paulo) - 7,13

Arboleda (São Paulo) - 7,10

Gustavo Gómez (Palmeiras) - 7,09

Lateral-esquerdo: Juninho Capixaba (Red Bull Bragantino)

- Média Flashscore: 7,53

- Jogos: 18

- Aparições na seleção da rodada: 3

Juninho Capixaba, do Red Bull Bragantino
Juninho Capixaba, do Red Bull BragantinoAri Ferreira/Red Bull Bragantino

Eleito o melhor lateral-esquerdo do Paulistão em abril, Juninho Capixaba manteve o nível no Brasileirão. Por vezes até como zagueiro pela esquerda, o defensor é titular absoluto de um Red Bull Bragantino que está na briga pelo G4.

Outros destaques na lateral esquerda:

Marlon (Cruzeiro) - 7,47

Sander (Goiás) - 7,23

Volante: Lucas Evangelista (Red Bull Bragantino)

- Média Flashscore: 7,47

- Jogos: 18

- Aparições na seleção da rodada: 4

- Assistências: 5

Lucas Evangelista, do Red Bull Bragantino
Lucas Evangelista, do Red Bull BragantinoAri Ferreira/Red Bull Bragantino

Vice-líder em assistências na Série A, Lucas Evangelista vai muito além dessa estatística. Ele é o termômetro de uma equipe ofensiva, que gosta de ter a bola no pé. Apesar do rótulo de volante, o camisa 8 do Red Bull Bragantino preenche o meio-campo com muito dinamismo, ora mais recuado, ora encostando na área.

Outros destaques na posição:

Erick (Athletico-PR) - 7,19

Zé Rafael (Palmeiras) - 7,18

Meia 1: Gerson (Flamengo)

- Média Flashscore: 7,45

- Jogos: 15

- Aparições na seleção da rodada: 3

- Gols: 2- Assistências: 6

Gerson é o líder de assistências do Brasileirão
Gerson é o líder de assistências do BrasileirãoOpta by Stats Perform/Profimedia

O Coringa oscilou no começo do ano, mas reencontrou seu melhor nível no Brasileirão. Após brilhar como segundo volante em sua primeira passagem pelo clube, Gerson agora tem se destacado em um papel mais ofensivo. Ele é o maior garçom do campeonato, com seis assistências, e chegou a dar três em um mesmo jogo — contra o Santos.

Meia 2: Raphael Veiga (Palmeiras)

- Média Flashscore: 7,59

- Jogos: 13

- Aparições na seleção da rodada: 5

- Gols: 5

- Assistências: 3

Raphael Veiga, do Palmeiras
Raphael Veiga, do PalmeirasCesar Greco/Palmeiras

Uma lesão no tornozelo tirou Veiga dos últimos meses de 2022. Neste ano, o meia voltou a ser o jogador mais decisivo do Palmeiras. Das 13 vezes que atuou no Brasileirão, ele entrou na seleção da rodada em cinco. O número sintetiza a regularidade e a eficiência do craque que mantém o Verdão na briga pelas primeiras posições.

Outros destaques no meio-campo:

Arrascaeta (Flamengo) - 7,36

Franco Cristaldo (Grêmio) - 7,28

Bitello (Grêmio) - 7,27

Atacante pela direita: Arias (Fluminense)

- Média Flashscore: 7,46

- Jogos: 16

- Aparições na seleção da rodada: 4

- Gols: 1

- Assistências: 3

Arias, do Fluminense
Arias, do FluminenseLeonardo Brasil/Fluminense

O colombiano tem apenas um gol no campeonato, de pênalti. Mas esse número diz muito pouco sobre a influência de Jhon Arias no Fluminense. Pela direita ou pela esquerda, o camisa 21 é o motorzinho do ataque tricolor, com velocidade, dribles e criatividade.

Centroavante: Tiquinho Soares (Botafogo)

- Média Flashscore: 7,54

- Jogos: 17

- Aparições na seleção da rodada: 4

- Gols: 13

- Assistências: 4

Tiquinho Soares é o artilheiro isolado do Brasileirão
Tiquinho Soares é o artilheiro isolado do BrasileirãoOpta by Stats Perform/Botafogo

Artilheiro isolado da Série A e principal jogador do líder. Para muitos, Tiquinho Soares é o craque do Brasileirão até aqui. Além da quantidade de gols, a importância deles chama a atenção. Em duas vitórias emblemáticas do Botafogo, contra Flamengo e Palmeiras, foi Tiquinho que decidiu. Em outras, também marcou quando a equipe mais precisava.

Atacante pela esquerda: Dudu (Palmeiras)

- Média Flashscore: 7,46

- Jogos: 13

- Aparições na seleção da rodada: 2

- Gols: 3

- Assistências: 3

Dudu, do Palmeiras
Dudu, do PalmeirasCesar Greco/Palmeiras

O brilho de Dudu já não é o mesmo de outros tempos. Ainda assim, o camisa 7 segue sendo uma peça vital no ataque do Palmeiras, entre os melhores do país na posição. Dudu quase sempre está envolvido nas jogadas perigosas da equipe, seja driblando e arrancando para servir, seja aparecendo na área para finalizar.

Outros destaques no ataque:

Hulk (Atlético-MG) - 7,44

Bruno Rodrigues (Cruzeiro) - 7,24

Artur (Palmeiras) - 7,24

O time ideal do 1º turno do Brasileirão
O time ideal do 1º turno do BrasileirãoFlashscore

Top 3

1) Raphael Veiga (Palmeiras) - 7,59

2) Tiquinho Soares (Botafogo) - 7,54

3) Juninho Capixaba (Red Bull Bragantino) - 7,53

Na média, Raphael Veiga é o craque do 1º turno do Brasileirão
Na média, Raphael Veiga é o craque do 1º turno do BrasileirãoCesar Greco/Palmeiras

Entre especialistas e torcedores, o nome de Tiquinho Soares é consenso como craque do 1º turno do Brasileirão. Na média das notas do Flashscore, porém, o posto pertence a Raphael Veiga. Referência do vice-líder, o meia está à frente do atacante por apenas cinco centésimos. Juninho Capixaba vem logo atrás.