Rayssa Leal e Filipe Toledo são superados por esquiadora chinesa no Laureus

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Rayssa Leal e Filipe Toledo são superados por esquiadora chinesa no Laureus
Rayssa Leal foi indicada pela segunda vez ao Prêmio Laureus
Rayssa Leal foi indicada pela segunda vez ao Prêmio Laureus
AFP
A skatista Rayssa Leal e o surfista Filipe Toledo foram superados pela chinesa Eileen Gu na categoria Atleta em Esportes de Ação do Prêmio Laureus, entregue nesta segunda-feira (8), em Paris. A vencedora, apesar de ter nascido nos Estados Unidos, compete pela China no Esqui Estilo Livre.

Rayssa e Filipe eram as esperanças do Brasil voltar a conquistar um Laureus pela primeira vez desde 2016. O último premiado brasileiro foi Daniel Dias, eleito melhor atleta paralímpico no Oscar do esporte mundial em três oportunidades (2009, 2013 e 2016).

Em sua segunda indicação ao prêmio, Rayssa Leal era considerada favorita na categoria, já que dominou o skate street em 2022. Ela venceu todas as etapas da Street League, incluindo o Super Crown no Rio de Janeiro, além do título mundial disputado em janeiro de 2023. Caso conquistasse o Laureus, Rayssa seria a primeira mulher brasileira a conseguir tal feito.

Filipe Toledo corria por fora na premiação e estava em busca de ser o primeiro surfista a vencer o prêmio desde Kelly Slater, em 2012. Campeão mundial em 2022, Filipinho se juntou a Gabriel Medina, Adriano de Souza e Ítalo Ferreira como surfistas brasileiros já indicados ao prêmio.