Campeã olímpica na Rio 2016, Tori Bowie morre aos 32 anos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Campeã olímpica na Rio 2016, Tori Bowie morre aos 32 anos
Tori Bowie foi três vezes medalhista olímpica na Rio 2016
Tori Bowie foi três vezes medalhista olímpica na Rio 2016
Profimedia
Tori Bowie, três vezes medalhista olímpica, morreu aos 32 anos, informou sua empresa de gestão e a World Athletics nesta quarta-feira (3). A atleta brilhou nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016, quando conquistou um ouro, uma prata e um bronze.

"Estamos arrasados em compartilhar a triste notícia de que Tori Bowie faleceu. Perdemos uma cliente, querida amiga, filha e irmã", tuitou a Icon Management. A World Athletics confirmou a morte da norte-americana, postando no Facebook que estava "profundamente triste com a morte de Tori Bowie".

Bowie deixou o salto em distância em 2014 e teve um impacto imediato nas provas de pista, tornando-se a mulher mais rápida do mundo naquele ano. Nas Olimpíadas do Rio, dois anos depois, ela evitou um pódio 100% jamaicano ao terminar em segundo lugar nos 100m rasos com o tempo de 10,83 segundos.

Bowie também ganhou o bronze nos 200m e levou o quarteto de revezamento 4x100m dos Estados Unidos ao ouro nesses Jogos. Depois, em 2017, ela ganhou o título mundial dos 100m em Londres.

Ela continua sendo a única mulher americana a ganhar um título olímpico ou mundial dos 100m desde Carmelita Jeter em 2011. Tori Bowie então voltou ao salto em distância e ficou em quarto lugar no campeonato mundial de 2019.

Fraser-Pryce, jamaicana atual campeão mundial dos 100m rasos, tuitou: "Meu coração se parte pela família de Tori Bowie. Uma grande competidora e fonte de luz. Sua energia e sorriso sempre estarão comigo. Descanse em paz."