Em corrida com chuva, Marco Bezzecchi ganha o GP da Argentina de MotoGP

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em corrida com chuva, Marco Bezzecchi ganha o GP da Argentina de MotoGP

Marco Bezzecchi é piloto da equipe da lenda Valentino Rossi
Marco Bezzecchi é piloto da equipe da lenda Valentino RossiAFP
Marco Bezzecchi, da Ducati-VR46, venceu o Grande Prêmio da Argentina de MotoGP, em corrida realizada neste domingo (2) no circuito de Termas de Río Hondo, em Santiago del Estero.

Para Bezzecchi, de 24 anos, foi a primeira vitória na MotoGP, cruzando à frente do francês Johann Zarco (Ducati-Pramac) e do espanhol Alex Márquez (Ducati-Gresini). Com esta vitória, o italiano assumiu a liderança do Campeonato do Mundial de Pilotos.

O atual campeão mundial Francesco Bagnaia (Ducati) lutou pelo segundo lugar com Márquez por muito tempo, mas uma queda a oito voltas do fim o deixou em último.

Bezzecchi sucede ao espanhol Aleix Espargaró como mais novo vencedor de corridas, que em 2022 havia vencido com a Aprilia. O piloto da moto 72 é o primeiro italiano a vencer na corrida argentina desde Valentino Rossi em 2015, também no circuito de Termas de Río Hondo.

"Estou muito feliz. Acordei com uma sensação estranha, não achava que poderia vencer porque não sou muito bom na chuva. Mas nos primeiros metros gostei de tudo, me senti muito confortável com a moto”, disse Bezzecchi, que deu a primeira vitória da Ducati na Argentina.

Bezzecchi foi habilidoso na chuva para vencer o GP da Argentina
Bezzecchi foi habilidoso na chuva para vencer o GP da ArgentinaAFP

O Grande Prêmio da Argentina teve apenas 17 pilotos. Na manhã deste domingo, foi anunciado que o ex-campeão mundial Joan Mir não disputaria a prova após não se recuperar de uma queda no sábado. A Honda anunciou que Mir "foi declarado inapto para o GP da Argentina pela MotoGP e equipe médica do circuito devido a um traumatismo craniano e cervical".