Pol Espargaró sofre lesão pulmonar e várias fraturas após grave acidente na MotoGP

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Pol Espargaró sofre lesão pulmonar e várias fraturas após grave acidente na MotoGP

Espargaró, 31 anos, perdeu o controle de sua moto em alta velocidade
Espargaró, 31 anos, perdeu o controle de sua moto em alta velocidadeAFP
O espanhol Pol Espargaró, piloto de MotoGP, sofreu uma lesão pulmonar e várias fraturas após uma violenta queda na sexta-feira durante o treino para o Grande Prêmio de Portugal, anunciou a organizadora da prova, Dorna.

Além da contusão pulmonar, Espargaró sofreu "uma fratura na mandíbula e tem uma vértebra dorsal fraturada", disse Dorna na conta do MotoGP no Twitter.

O piloto da GasGas-Tech 3 sofreu um grave acidente na pista de Portimão (sul de Portugal) na segunda e última sessão de treinos da primeira etapa da temporada.

Espargaró, 31 anos, perdeu o controle de sua moto em alta velocidade e colidiu violentamente contra uma parede de pneus.

Ele foi rapidamente atendido pelos serviços de emergência e levado para o centro médico do circuito. Ele foi levado de helicóptero para o hospital em Faro, a menos de 100 quilômetros do circuito.

O médico do MotoGP, Angel Charte, disse que "em nível cervical e neurológico tudo está indo muito bem. Ele não perdeu a consciência e nós não o entubamos", acrescentou ele.

"Ele está sedado e não tem problemas para mover seus pés, pernas e braços, não há motivo para temer uma lesão permanente na coluna", continuou ele.

Pol Espargaró, irmão de Aleix - quarto no campeonato de pilotos em 2022 - assinou esta temporada para a equipe GasGas, que compete no MotoGP pela primeira vez, em parceria com a equipe francesa Tech3. Montando um Honda, ele terminou em 16º lugar na última temporada.