Hulk abre mão de braçadeira de capitão no Galo após sucessivos problemas com árbitros

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Hulk abre mão de braçadeira de capitão no Galo após sucessivos problemas com árbitros

Hulk em ação na partida contra o América-MG
Hulk em ação na partida contra o América-MGPedro Souza/Atlético-MG
O atacante Hulk não será mais o capitão do Atlético-MG. O jogador anunciou sua decisão nesta sexta-feira (14). Segundo ele, sua relação desgastada com os árbitros e as seguidas punições que vêm recebendo o motivaram a abrir mão da braçadeira.

Hulk cumpriu suspensão na derrota do Atlético-MG para o Corinthians por 1 a 0, no Mineirão, e retorna à equipe na segunda-feira (17), contra o Goiás, na Serrinha, às 20h (de Brasília), pela 15ª rodada do Brasileirão

Segundo o camisa 7 alvinegro, a decisão de não ser mais o capitão foi tomada em comum acordo com a diretoria e o técnico Luiz Felipe Scolari. A iniciativa, no entanto, partiu do camisa 7. 

Hulk ficou marcado por seu comportamento em relação aos árbitros
Hulk ficou marcado por seu comportamento em relação aos árbitrosPedro Souza / Atlético

"Partiu de mim, chamei a diretoria, chamei Felipão. Estava prejudicando meus companheiros dentro de campo", disse a referência alvinegra. 

"Informar e comunicar a vocês e aos nossos torcedores: eu chamei o Rodrigo Caetano e o nosso professor para uma conversa e pedi para não usar mais a faixa de capitão. Agradeci toda a confiança e toda a responsabilidade que passaram pra mim. Todos os clubes que passei eu tive essa faixa de capitão. Em Portugal, na Rússia, na China e aqui também. Então agradeço ao Felipão e todos os treinadores que passaram pelo Galo, que me deram essa responsabilidade de representar nossos jogadores em campo", acrescentou Hulk. 

O craque do Atlético-MG não enfrentou o Corinthians por uma expulsão no fim do clássico contra o América-MG. Hulk pode ter deixado a braçadeira, mas não o fez sem antes alfinetar a arbitragem. Ele questionou as orientações que os atletas receberam no início da temporada, principalmente no direcionamento à equipe de arbitragem. 

Hulk já levou 17 cartões nesta temporada
Hulk já levou 17 cartões nesta temporadaFlashscore

Por ser até então o capitão atleticano, Hulk apontou que ficou na rota dos árbitros justamente por se reportar várias vezes ao árbitro da partida. 

"Tivemos sim essa palestra apresentada pelo comitê de arbitragem no início da temporada, aonde eles informaram que o capitão tem autonomia e direito de conversar com os árbitros. Durante a palestra, a gente comentou com o representante do comitê que "poxa, não é isso que acontece", recordou Hulk. 

"Vocês já viram diversas vezes que bato a mão e mostro a braçadeira e todas as vezes sou ignorado. Então, devido as circunstâncias e tudo que vem acontecendo, eu preferi abrir mão de usar a braçadeira de capitão", encerrou o camisa 7 atleticano.