NBA: qual jogador mais pontuou em um único jogo?

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Qual jogador mais pontuou em um único jogo da NBA? Veja os recordes

Embiid ficou longe do recorda da liga
Embiid ficou longe do recorda da ligaProfimedia
Joel Embiid anotou 70 pontos na vitória do seu Philadelphia 76ers contra o San Antonio Spurs, nesta segunda-feira (22). O pivô camaronês conseguiu a maior marca da história dos 76ers, mas ficou a 30 pontos do recorde absoluto da NBA, que pertence a Wilt Chamberlain.

Embiid também se tornou o primeiro jogador desde Michael Jordan, em 1990, a alcançar a marca de 65 pontos e 17 rebotes em uma só partida no basquete americano.

Veja o resumo de Philadelphia 133 x 123 San Antonio

Chamberlain inalcançável

Wilt Chamberlain, lenda dos Lakers e dos Warriors (que eram da Philadelphia antes da franquia se mudar para a Califórnia), aparece em três das top 5 maiores pontuações de um jogador em uma só partida da NBA.

Seu maior feito aconteceu na temporada 1961/1962, quando ele marcou 100 pontos na vitória do Philadelphia Warriors por 169 a 147 sobre o New York Knicks – numa época em que não existia ainda o chute de três pontos.

Wilt Chamberlain com a marca de seu feito único
Wilt Chamberlain com a marca de seu feito únicoProfimedia

Quem chegou mais perto do recorde de Chamberlain foi Kobe Bryant, ex-astro do Los Angeles Lakers e da seleção americana de basquete. 

Confira abaixo as maiores pontuações de um jogador em uma partida da NBA:

1) 100 pontos: Wilt Chamberlain (Philadelphia Warriors)

Jogo: Philadelphia Warriors 169 x 147 New York Knicks

Ano: 2 de março de 1962

A pontuação centenária veio com 36 arremessos de quadra e 28 lances livres. Depois que Chamberlain foi para o intervalo com 41 pontos anotados, seu time resolveu acionar o craque durante todo o segundo tempo para a quantos pontos ele conseguiria chegar.

Apenas 4.124 fãs testemunharam a histórica partida na cidade de Hershey, Pensilvânia.

2) 81 pontos: Kobe Bryant (Los Angeles Lakers)

Jogo: Los Angeles Lakers 122 x 104 Toronto Raptors

Data: 22 de janeiro de 2006

Em sua maior performance da carreira, Kobe Bryant acertou 28 de 46 arremessos de quadra e anotou 7 de 13 arremessos de três pontos, além de 18 de 20 lances livres.

Com os Lakers atrás no placar, o Black Mamba fez 27 pontos no terceiro quarto e 28 no último para virar a partida.

3) 78 pontos: Wilt Chamberlain (Philadelphia Warriors)

Jogo: Philadelphia Warriors 147x151 Los Angeles Lakers

Data: 8 de dezembro de 1961

Neste jogaço de bola, Chamberlain precisou de três prorrogações para conseguir seus 78 pontos.

Ele jogou todos os 63 minutos do jogo, acertando 31 de 62 arremessos de quadra e 16 de 31 lances livres. Chamberlain conseguiu ainda 43 rebotes na partida.

4) 73 pontos: Wilt Chamberlain (Philadelphia Warriors)

Jogo: Philadelphia Warriors 135 x 117 Chicago Packers

Data: 13 de janeiro de 1962

Chamberlain conseguiu 73 pontos e 36 rebotes nesta vitória sobre os Packers há menos de dois meses do recorde de 100 pontos contra os Knicks.

Com dois dígitos em todos os quartos, ele acertou 29 de 48 arremessos de quadra na partida, além de 15 de 25 bolas da linha de lance livre.

4) 73 pontos: Wilt Chamberlain (San Francisco Warriors)

Jogo: San Francisco Warriors 127 x 111 Nova York Knicks

Data: 16 de novembro de 1962

Na temporada seguinte, agora jogando com os Warriors na Costa Oeste, Chamberlain atropelou os Knicks novamente, anotando 29 de 43 arremessos de quadra e acertando 15 de 19 lances livres.

Entre 1961 e 1962, Chamberlain era uma força imparável no basquete americano com uma média de cerca de 50 pontos por jogo.

4) 73 pontos: David Thompson (Denver Nuggets)

Jogo: Detroit Pistons 139 x 137 Denver Nuggets

Data: 9 de abril de 1978

David Thompson detém o recorde de pontos no primeiro quarto de uma partida da NBA. Foram 32 neste jogo em Detroit, que ocorreu um ano antes da NBA implantar a linha de três pontos.

Ele acabou o duelo acertando 28 arremessos de quadra e 17 lances livres.

O jogo era o último da temporada e Thompson tinha a esperança de conquistar o prêmio de cestinha da NBA daquele ano.

Com sua performance histórica, ele só não conseguiu atingir seu objetivo porque George Gervin, dos San Antonio Spurs, marcou 63 pontos mais tarde naquele dia e ficou com a artilharia do campeonato.

Siga a NBA no Flashscore