Copa América: Ronaldinho volta a criticar Seleção e chama jogadores de "medianos"

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ronaldinho reitera críticas à Seleção, mas tudo não passou de marketing

Atualizada
Ronaldinho durante jogo solidário no Maracanã
Ronaldinho durante jogo solidário no MaracanãAFP
Ronaldinho Gaúcho, pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002, na Coreia do Sul e Japão, reforçou suas críticas ao atual time canarinho utilizando suas redes sociais. Além do "abandono" ao Brasil na Copa América, a lenda do futebol nacional disse que a maioria dos jogadores à disposição de Dorival são medianos. Mas, como foi revelado na noite deste sábado (15), tudo não passou de marketing.

"Esse é um momento triste pra quem gosta do futebol brasileiro. Fica difícil encontrar ânimo pra ver os jogos. Esse é talvez um dos piores times dos últimos anos, não tem líderes de respeito, só jogadores medianos em sua maioria", disparou Ronaldinho

Confira a tabela completa da Copa América no Flashscore

"Acompanho futebol desde criancinha, muito antes de pensar em me tornar jogador, e eu nunca vi uma situação tão ruim como essa. Falta amor à camisa, falta garra e o mais importante de tudo: futebol", acrescentou a lenda do Barcelona

Mas, na noite deste sábado, Ronaldinho confirmou o que já vinha sendo especulado. Suas críticas antes da Copa América não passavam de uma ação de marketing para promover a campanha de uma empresa de produtos de higiene. 

Os torcedores já tinham apontado para o "bait" do "Bruxo". Segundo a ação de marketing, Ronaldinho reproduziu as críticas feitas por diversos brasileiros nas redes sociais à Seleção e que este era o momento de torcer junto. 

Há algum tempo, no entanto, o time canarinho vem sofrendo com certo descrédito por suas atuações e o distanciamento com o torcedor é real. 

A Seleção Brasileira estreia na Copa América no dia 24 de junho, contra a Costa Rica, às 22h (de Brasília), no SoFi Stadium, em Los Angeles.