Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Com golaço de Yamal, Espanha vence França de virada e vai à final da Eurocopa

Atualizada
Yamal recebe o carinho de Nico Williams após gol
Yamal recebe o carinho de Nico Williams após golRFEF/Divulgação
A Espanha venceu a França por 2 a 1 nesta terça-feira (9), na Allianz Arena, em Munique, e está na decisão da Eurocopa para enfrentar Holanda ou Inglaterra, que entram em campo nesta quarta (10), no Signal Iduna Park, em Dortmund, às 16h (de Brasília). Kolo Muani abriu o placar para a França, mas Lamine Yamal e Dani Olmo viraram o jogo para La Roja. Todos os três tentos saíram no primeiro tempo de bola rolando.

Pela primeira vez desde a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, a França perdeu um jogo de mata-mata em competições oficiais no tempo normal. Uma sensação que os Les Bleus, portanto, não encaravam há uma década. 

Siga a Euro pelo Flashscore

Resultado histórico para uma Espanha que modificou seu jogo convencional de toque de bola e apostou na qualidade de um time veloz e de altíssima intensidade. 

Em uma partida com dois campeões europeus e mundiais em campo, detalhes podem fazer toda a diferença. Momentos singulares, que vão desde um forte jogo coletivo a um toque de individualidade para balançar as redes.

As estatísticas da vitória da Espanha sobre a França
As estatísticas da vitória da Espanha sobre a FrançaOpta By Stats Perform

Veja detalhes de Espanha 2 x 1 França

França abre na frente

A história do jogo entre Espanha e França começou com os Les Bleus abrindo o placar na visão de jogo de Mbappé. Pela primeira vez desde a partida inaugural, o camisa 10 e capitão francês foi a campo sem a máscara que protegia seu nariz fraturado. A falta do acessório deu mais mobilidade ao atleta, uma vez que era visível o incômodo nas partidas anteriores. 

Aos nove minutos, Mbappé recebeu passe de Dembélé na esquerda e cruzou na medida para o cabeceio mortal de Kolo Muani. O atacante francês apareceu entre os zagueiros da Espanha e colocou os Les Bleus na liderança. 

Kolo Muani recebe o abraço de Mbappé após marcar para a França
Kolo Muani recebe o abraço de Mbappé após marcar para a FrançaAFP

O talento de Yamal 

Com tantos valores em campo, as expectativas de um jogaço são sempre altas. E são nesses momentos, nos grandes palcos, que os astros, ou pelo menos candidatos a estrelas, aparecem. Aos 20 minutos, Lamine Yamal, de apenas 16 anos, acertou um chutaço de fora da área, mandando no ângulo de Maignan

Lamine Yamal fez história com golaço em Munique
Lamine Yamal fez história com golaço em MuniqueRFEF/Divulgação

Um gol para a história. O espanhol tornou-se o jogador mais jovem a marcar em uma Eurocopa. No recorte entre o torneio europeu e Copas do Mundo, Yamal também tornou-se o mais jovem a balançar as redes, superando ninguém menos que Pelé, o rei do futebol.

A virada espanhola 

Dani Olmo segue fazendo uma Eurocopa de altíssima qualidade
Dani Olmo segue fazendo uma Eurocopa de altíssima qualidadeRFEF/Divulgação

Quatro minutos depois, a qualidade espanhola voltou a aparecer em Munique. Dani Olmo aproveitou o corte da defesa francesa, deixou Tchouaméni na saudade e chutou forte para o gol. A bola ainda desviou em Koundé e morreu no fundo das redes de Maignan.

Inicialmente, a arbitragem assinalou gol contra mas, no decorrer da partida, o tento foi anotado a favor do camisa 10 espanhol. 

Pressão francesa, mas a festa é de La Roja

No segundo tempo, a França aumentou sua presença ofensiva e incomodou a Espanha. O técnico Didier Deschamps promoveu alterações para aumentar a intensidade da equipe, como as entradas de Camavinga, Griezmann, Barcolà e o veterano Giroud

Yamal levou a melhor no duelo com Mbappé
Yamal levou a melhor no duelo com MbappéAFP

Mbappé teve uma chance claríssima, quando recebeu na esquerda e, em um corte seco, driblou seu marcador e buscou a finalização. O camisa 10, todavia, errou na força do arremate e a bola subiu para longe do gol de Unai Simón

A partida ficou aberta e a Espanha começou a ter algumas subidas perigosas com os espaços dados pelos franceses. Mas o placar manteve-se inalterado em Munique, com La Roja celebrando, após o apito final, a classificação à final. 

Final no calendário

A Espanha volta a campo para disputar a decisão no próximo domingo (14), às 16h (de Brasília), em Berlim. Será a chance de La Roja isolar-se como a maior campeã europeia, com quatro conquistas. 

As notas dos jogadores titulares de Espanha e França na partida
As notas dos jogadores titulares de Espanha e França na partidaFlashscore