Premier League: Arsenal vence Wolves e se reabilita após eliminação nas quartas da Champions League

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Arsenal vence Wolves para esquecer a Champions e voltar ao topo da Premier League

Trossard marcou após jogada do gol sair dos pés de Gabriel Jesus
Trossard marcou após jogada do gol sair dos pés de Gabriel JesusProfimedia
O Arsenal venceu o Wolverhampton por 2 a 0, neste sábado (20), fora de casa, pela 34ª rodada da Premier League. Os gols da vitória no Molineux Stadium saíram dos pés de Trossard e Odegaard, um em cada tempo, diminuindo o incômodo da torcida que viu o time ser eliminado, no meio de semana, pelo Bayern de Munique, nas quartas de final da Champions League.

O resultado fez o Arsenal reassumir a liderança da Premier League, com 74 pontos, um a mais que o City, que não jogou na rodada por causa do seu compromisso pela semifinal da FA Cup, em que se classificou para a decisão após vitória de 1 a 0 sobre o Chelsea.

Wolves, que chegou ao sexto jogo sem vitória, é o 11° colocado com 43 pontos, longe dos dois extremos da tabela. 

O Arsenal, que não vencia há três jogos, contando todas as competições, pode ver o Liverpool empatar em número de pontos neste domingo, mas a liderança está assegurada por ter maior número de vitórias. 

Na quarta-feira (24), o Wolves volta a jogar em casa contra o Bournemouth pela 29ª rodada da Premier League. O Arsenal tem clássico contra o Chelsea, diante da sua torcida, na terça (23). 

Confira a classificação atualizada da Premier League

Wolves dando trabalho

O Arsenal teve pela frente um Wolves fechado, que foi obrigado a colocar todas suas peças no campo de defesa. Os Gunners faziam uma marcação sob pressão, tendo mais posse e volume. Ao time da casa, restava tentar escapar no contra-ataque.

A surpresa quase aconteceu aos 30 minutos quando a trave vermelha foi batizada. O goleiro Raya precisou intervir em finalização do brasileiro João Gomes, antes da bola bater no poste. 

Veja os detalhes de Wolverhampton x Arsenal

Números do jogo
Números do jogoOpta by Stats Perform

Quebrando a barreira

A paciência do Arsenal seguiu sendo testada, com a equipe de Londres sentindo falta de uma maior eficiência na hora de finalizar. A maior qualidade dos Gunners fez o zero sair do placar aos 44 minutos do primeiro tempo, em jogada com a participação de Gabriel Jesus.

O brasileiro recebeu na área, levou a melhor sobre a marcação e, depois de cair e se levantar, deu passe para Trossard, que chutou de bico, de primeira, com a bola indo no ângulo de José Sá. A bola bateu na trave antes de entrar para frustração dos Wolves, que iam bem na missão de segurar o ímpeto vermelho. 

Gabriel Jesus (à direita) teve importante participação no gol da vitória deste sábado
Gabriel Jesus (à direita) teve importante participação no gol da vitória deste sábadoAFP

No segundo tempo, o Arsenal teve menos dificuldade para encontrar espaços, mostrando melhor movimentação nas suas jogadas de ataque. O Wolves se fechava e esperava pelos erros do time do técnico Mikel Arteta para surpreender. 

Apesar da maior intensidade de suas ações na etapa final, o Arsenal seguiu sem muita eficiência na hora de concluir, segurando o resultado de 1 a 0, que se mostrou perigoso até o esperado apito final. Nos acréscimos, Odegaard deu o golpe de misericórdia para decretar os três pontos. 

Arsenal ultrapassou o City e assumiu liderança com um jogo a mais que o rival
Arsenal ultrapassou o City e assumiu liderança com um jogo a mais que o rivalProfimedia