Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

City arranca no segundo tempo, vira pra cima do Palace e cola no líder Liverpool

Atualizada
De Bruyne fez dois gols e deu uma assistência
De Bruyne fez dois gols e deu uma assistênciaProfimedia
O Manchester City venceu o Crystal Palace, por 4 a 2, de virada, neste sábado (6), na abertura da 32ª rodada da Premier League. Jogando fora de casa, no Selhurst Park, em Londres, o time do técnico Pep Guardiola contou com gols de De Bruyne, Lewis, Halland e De Bruyne para confirmar seu favoritismo. Mateta e Edouard fizeram para os donos da casa, que deram trabalho para os azuis na etapa inicial.

O resultado faz o City somar 25 jogos de invencibilidade e ganhar uma posição para assumir a vice-liderança, com 70 pontos, empatando com o líder Liverpool, que leva a melhor no saldo de gols. O Palace, com apenas uma vitória nos últimos nove jogos, é o 14° colocado, com 30 pontos, com a zona de rebaixamento não estando tão distante assim. 

O Liverpool entra em campo neste domingo, fora de casa, contra o Manchester United, com o City torcendo pelos seus rivais locais para aumentar as chances de título, faltando seis rodadas para o fim da Premier League. 

Força parcial

A sequência de jogos nesta reta final de temporada fez Guardiola voltou a preservar algumas peças. O meia De Bruyne e o atacante Haaland, que ficaram no banco de reservas na última rodada, começaram jogando.

A dupla teve atuação decisiva no segundo tempo, com o belga tendo papel de destaque com dois gols e uma assistência. Na atual temporada, são apenas 16 presenças de De Bruyne, que mostra sua qualidade com quatro gols e 14 assistências. Já Haaland marcou depois de "seca" de seis jogos. 

O meia Bernardo Silva e o atacante Phil Foden foram os preservados da vez. 

Confira a classificação atualizada da Premier League

Números de De Bruyne na partida
Números de De Bruyne na partidaOpta by Stats Perform

O City teve mais dificuldade no primeiro tempo, precisando mostrar poder de reação para se recuperar na etapa final, quando deslanchou para confirmar três pontos. 

Na terça-feira (9), o City visita o Real Madrid, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Pela Premier League, a equipe volta a jogar em casa, contra o Luton, no sábado (13). O Palace tem o Liverpool como próximo adversário no domingo (14), fora de casa. 

Lewis fez o da virada do City
Lewis fez o da virada do CityAFP

Favoritos pressionados

O jogo ganhou seu primeiro contorno de emoção com apenas três minutos. Stones forçou um passe no meio-campo, dando origem a um fulminante contra-ataque do Palace.

Foram precisos três toques para a bola chegar no pé de Mateta, que arrancou e tocou na saída de Ortega para abrir o placar, para desespero de Guardiola. 

Veja os detalhes de Crystal Palace x Manchester City

Números do jogo
Números do jogoOpta by Stats Perform

A pressão do City seria inevitável, surtindo efeito aos 13 minutos com De Bruyne. O belga acertou um chute no ângulo de Henderson, um golaço sem defesa para deixar tudo igual e receber beijos do seu treinador vindo do banco de reservas. 

O City não teve vida fácil após seu gol, tendo dificuldades na sua construção diante de um Palace que conseguia controlar o jogo e ser pouco ameaçado

Golaço de Bruyne começou a reação do City
Golaço de Bruyne começou a reação do CityAFP

Finalmente, o atropelo

A tendência era de peças importantes, como Foden e Bernardo Silva, serem acionadas no segundo tempo. 

A única mudança de Guardiola no intervalo veio na parte defensiva. O City mal teve tempo de se sentir pressionado quando Lewis virou o placar logo aos 2 minutos, fazendo seus torcedores respirarem aliviados. 

Mateta voltou a marcar contra o City
Mateta voltou a marcar contra o CityAFP

O Palace não foi o mesmo no segundo tempo, tendo pela frente um City mais consistente na sua parte defensiva e fatal no ataque. Com mais liberdade para chegar ao gol adversário, o time visitante marcou o terceiro com Haaland, que anotou seu 19° gol na atual temporada da Premier League. 

De Bruyne aproveitou os espaços para fazer seu segundo gol na partida. A confortável vantagem no placar fez Guardiola mexer no time para já começar a pensar no Real Madrid, no duelo mais esperado das quartas de final da Champions. 

City deslanchou no segundo tempo
City deslanchou no segundo tempoAFP