Ranking da WTA pós-Roland Garros: Swiatek dispara no topo; Bia Haddad cai para 20ª

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Swiatek dispara no topo; Bia Haddad cai para 20ª: veja o ranking da WTA pós-Roland Garros

Iga com seu quatro troféu de Roland Garros
Iga com seu quatro troféu de Roland GarrosAFP
Iga Swiatek manteve sua pontuação no topo do ranking da WTA ao defender com sucesso o título em Roland Garros. Sua vantagem sobre Coco Gauff, a nova segunda colocada, é de 3,7 mil pontos. A brasileira Bia Haddad perdeu seis posições e é agora a 20ª colocada.

A polonesa de 23 anos derrotou a italiana Jasmine Paolini na final do Grand Slam francês no sábado (8) por 2 sets a 0.

Swiatek seguirá como número um do mundo pelo menos até Wimbledon.

Top 10 da WTA
Top 10 da WTAFlashscore

Com exceção de algumas semanas em 2023, quando Aryna Sabalenka assumiu a liderança, Swiatek está no topo do ranking da WTA desde abril de 2022, totalizando 107 semanas.

A tricampeã de Roland Garrosgarantiu sua participação no WTA Finals, que será realizado no final da temporada e contará com oito das melhores tenistas do mundo.

Mudanças no top 10

Semifinalista em Paris, Coco Gauff tomou o 2º lugar da bielorrussa Aryna Sabalenka, que caiu nas quartas de final do torneio.

Já a vice-campeã Paolini escalou oito posições, atingindo o 7º lugar – recorde na carreira.

Bia Haddad, que chegou a Roland Garros na 14ª colocação, caiu para a 20ª ao ser eliminada na primeira rodada e não conseguir defender os pontos da semi do ano passado.

Top 20 da WTA
Top 20 da WTAFlashscore

A russa Mirra Andreeva, de 17 anos, que caiu para Paolini nas semifinais na França, saltou 15 posições (da 38ª para a 23ª).

A japonesa Naomi Osaka, ex-número 1 do mundo, também segue escalando o ranking. Ela subiu mais nove degraus após Roland Garros e é agora a 125ª do mundo.

Confira aqui o ranking completo