João Chianca, o Chumbinho, conquista título da etapa de Portugal da WSL

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade
João Chianca, o Chumbinho, conquista título da etapa de Portugal da WSL
João Chianca vem de um começo de ano espetacular na WSL
João Chianca vem de um começo de ano espetacular na WSL
Profimedia
João Chianca conquistou, nesta terça-feira (14), o título da etapa de Portugal da World Surf League (WSL). O brasileiro bateu o australiano Jack Robinson na grande final da competição. A vitória em Peniche foi a primeira de Chumbinho, como também é conhecido, na elite do surfe mundial.

Em grande fase em 2023, João foi semifinalista nas duas primeiras etapas do ano, disputadas nas praias havaianas de Pipeline e Sunset. Na Europa, ele conseguiu ir além e cravar o título ao bater o líder do ranking mundial.

O brasileiro pula para a segunda colocação na classificação da WSL e se coloca em posição de disputa pelas vagas no Finals, que reunirá o cinco melhores surfistas do ano, em setembro, na praia de Trestles, na Califórnia. A colocação também é importante para a corrida olímpica, já que os dois melhores surfistas brasileiros de 2023 estarão classificados para os Jogos de Paris 2024.

Esta é a segunda vitória brasileira na World Surf League em 2023. Atual campeão mundial, Filipe Toledo venceu a etapa de Sunset no mês passado.

João teve caminho difícil

Chumbinho despachou Kelly Slater, Ethan Ewing e o australiano Callum Robson para chegar a sua primeira decisão de etapa da WSL. Na final, o surfista de Saquarema-RJ foi dominante e chegou a deixar Jack Robinson em combinação de notas. A vitória brasileira se deu, ao fim, por 17.57 a 15.14.

O Brasil teve Yago Dora como outro representante nas semifinais da etapa portuguesa. O paranaense caiu para Jack Robinson depois de eliminar o campeão mundial Ítalo Ferreira nas oitavas e o norte-americano Griffin Colapinto nas quartas de final. Os outros dois campeões mundiais brasileiros presentes no evento também caíram cedo — Gabriel Medina foi eliminado nas oitavas de final e Filipe Toledo caiu na terceira fase eliminatória.

Tati Weston-Webb para na semi

No feminino, a brasileira Tatiana Weston-Webb parou na semifinal ao perder para a norte-americana Courtney Conlogue. A bateria foi muito acirrada e decidida nos detalhes, com derrota de Tati por 12.27 a 11.73.

Algoz da brasileira, Conlogue perdeu a final para sua compatriota Caitlin Simmers, surfista de apenas 17 anos, que conquistou sua primeira etapa no circuito mundial feminino. Simmers disputou, em Portugal, apenas o seu quarto evento na elite, e tinha como melhor colocação o quinto lugar em Sunset, no último mês.