Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Resumo da NBA: Mavs vence jogo, mas perde Luka Doncic

Spencer Dinwiddie marcou 36 pontos em vitória dos Mavericks sobre os Suns
Spencer Dinwiddie marcou 36 pontos em vitória dos Mavericks sobre os SunsAFP
Spencer Dinwiddie marcou 36 pontos, seu recorde da temporada, liderando o visitante Dallas Mavericks na grande vitória sobre o Phoenix Suns por 99 a 95, em jogo realizado na noite dessa quinta-feira (26). A franquia texana precisou superar ainda uma lesão precoce da estrela Luka Doncic.

Dorian Finney-Smith anotou um duplo-duplo, com 18 pontos e 12 rebotes, Dwight Powell somou outros 15 pontos, Tim Hardaway Jr. marcou 11 e Reggie Bullock fez 10 para Dallas, que venceu apenas pela terceira vez nos últimos 10 jogos.

Doncic, que entrou na partida como o principal pontuador da NBA na temporada regular, com uma média de 33,8 pontos por jogo, saiu no início do primeiro quarto devido a uma torção no tornozelo esquerdo e não voltou mais à quadra.

Chris Paul e Cameron Johnson lideraram o Phoenix com 22 pontos cada, enquanto Deandre Ayton teve 19 pontos e 20 rebotes depois de perder os últimos três jogos devido a uma doença não relacionada à COVID. Paul também distribuiu 10 assistências na derrota dos Suns, que viram sua seqüência de quatro vitórias consecutivas terminar.

Celtics 117 x 120 Knicks (OT)

Julius Randle marcou 37 pontos e Jalen Brunson somou 29 na vitória dos Knicks na prorrogação em Boston. Randle e R. J. Barrett acertaram cestas de três pontos fundamentais para virar o placar depois que os Celtics abriram cinco pontos no início da prorrogação. Brunson somou quatro rebotes, sete assistências e dois bloqueios, rejeitando Malcolm Brogdon em uma cesta de três pontos no estouro do relógio.

Jayson Tatum, astro dos Celtics, anotou 35 pontos e 14 rebotes, enquanto Jaylen Brown somou 22 pontos na terceira derrota consecutiva do Boston.

Hornets 111 x 96 Bulls

Terry Rozier anotou 28 pontos e LaMelo Ball, que não jogava há mais de uma semana, marcou cinco de seus 15 pontos durante o fim do último período, liderando o anfitrião Charlotte à uma vitória sobre Chicago.

Rozier acertou quatro das sete cestas de três pontos de Charlotte e ajudou o Hornets - que superou o Bulls por 34 a 17 no quarto período - a pôr fim em uma sequência de duas derrotas. Mason Plumlee marcou 21 pontos, sendo 9 em 9 nos arremessos de quadra. Ele ainda pegou 12 rebotes. Gordon Hayward fez 17 pontos e o reserva Mark Williams somou 10 pontos em 5 de 5 arremessos.

DeMar DeRozan foi o cestinha dos Bulls com 28 pontos. A franquia de Illinois soma agora derrotas em jogos consecutivos após uma sequência de três vitórias. Zach LaVine fez 18 pontos e nove rebotes, Patrick Williams marcou 15 pontos em sua cidade natal e Nikola Vucevic (nove rebotes) e Ayo Dosunmu fizeram 12 pontos cada.

Nets 122 x 130 Pistons

Saddiq Bey marcou 15 de seus 25 pontos no terceiro quarto, quando Detroit assumiu o controle na vitória sobre o Brooklyn em Nova York. O Pistons quebrou uma seqüência de quatro derrotas consecutivas e marcou 43 pontos no terceiro período, marcando seu quarto de maior pontuação nesta temporada.

Alec Burks somou 10 de seus 20 pontos no último período. O novato Jalen Duren marcou 17 e Killian Hayes e o novato Jaden Ivey marcaram 16 cada, enquanto Detroit resistia com uma exibição tranquila de Bojan Bogdanovic, que manteve 11 pontos em 4 de 15 arremessos.

Kyrie Irving tentou fazer o Nets reagir na reta final com 12 de seus 40 pontos no último período, mas os Nets conheceram sua sexta derrota em oito jogos desde que Kevin Durant sofreu uma torção no ligamento colateral medial do joelho direito em 8 de janeiro. Nic Claxton acrescentou 27 pontos e 13 rebotes para os Nets, recorde de sua carreira, enquanto Edmond Sumner contribuiu com 24 pontos, também a melhor marca de sua carreira. 

Rockets 95 x 113 Cavaliers

Darius Garland marcou 26 pontos, sendo o cestinha da partida, enquanto Evan Mobley e Jarrett Allen anotaram duplo-duplos na vitória de Cleveland sobre o anfitrião Houston.

Garland acertou 9 de 16 arremessos de quadra, capitalizou ainda cinco bolas de 3 pontos e acrescentou nove assistências e quatro roubos de bola à sua performance na última noite. Mobley marcou 21 pontos e 10 rebotes, enquanto Allen somou 14 pontos e 10 rebotes para os Cavaliers, que chegaram a liderar o jogo por 32 pontos apesar de atuar sem a estrela Donovan Mitchell, fora de combate pela quarta vez em cinco jogos com uma distensão na virilha esquerda.

Sem seus principais armadores, todos eles lesionados - Kevin Porter Jr. (pé), Eric Gordon (joelho) e Jae'Sean Tate (tornozelo) - os Rockets eram um navio sem leme ofensivamente. Houston cometeu 22 turnovers que renderam 40 pontos para os Cavaliers. O destaque foi o pivô Alperen Sengun, em seu segundo ano de NBA, que anotou 14 pontos e distribuiu sete assistências em 30 minutos.

Clippers 138 x 100 Spurs

Paul George marcou 35 pontos e Kawhi Leonard acrescentou 27 em apenas três quartos de jogo, contribuindo para um fácil vitória da franquia de Los Angeles sobre San Antonio.

Norman Powell somou 15 pontos para os Clippers, com Robert Covington marcando 13 e Reggie Jackson e Ivica Zubac contribuindo com 12 e 11 pontos, respectivamente. Os Clippers têm quatro vitórias consecutivas.

Keldon Johnson marcou 19 pontos para o Spurs, Isaiah Roby fez 14, sua melhor performance da temporada, Keita Bates-Diop marcou 13, Doug McDermott somou 11 e Jakob Poeltl somou 10. O confronto foi o segundo de uma sequência fora de casa para Spurs (embora ambos os jogos tenham sido em Los Angeles). Com o resultado, a equipe vai finalizar a temporada com um recorde de 0-8 contra Lakers e Clippers.