MotoGP: penalização a Marc Márquez fica suspensa até decisão final

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais
Publicidade
Publicidade
Publicidade

MotoGP: penalização a Marc Márquez fica suspensa até decisão final

O piloto espanhol derrubou Miguel Oliveira na corrida inaugural da temporada do MotoGP
O piloto espanhol derrubou Miguel Oliveira na corrida inaugural da temporada do MotoGPLUSA
O Tribunal de Recurso da Federação Internacional de Motociclismo (FIM) anunciou, nesta quinta-feira, que a penalização aplicada ao espanhol Marc Márquez (Honda), por ter provocado o acidente com Miguel Oliveira (Aprilia) no GP de Portugal, fica suspensa até uma decisão final.

A decisão surge na sequência do recurso submetido pela equipa Honda, que considerou irregular a decisão inicial dos comissários desportivos da prova portuguesa.

O texto inicial da sanção indicava que a dupla volta imposta ao espanhol teria de ser cumprida na prova seguinte ao GP de Portugal, que se disputou na Argentina.

Contudo, quando se tornou público que Márquez iria estar ausente da prova sul-americana devido à lesão contraída no choque com Miguel Oliveira, os comissários alteraram o texto da sanção, passando a indicar que teria de ser cumprida na prova seguinte em que Márquez participasse.

Por não concordar com essa alteração, a equipe do piloto espanhol recorreu da decisão para o Tribunal de Recurso da FIM, que tem agora o processo.

Numa nota de seis páginas divulgada esta quinta-feira, a FIM indica que a penalização fica suspensa até uma decisão final, que será tomada “em devido tempo”, para que não se crie uma “situação irreparável” no caso de a razão vir a ser dada a Márquez.

O piloto da Honda, oito vezes campeão do mundo, vai ser ausência também na terceira prova da temporada, o GP das Américas, que acontece neste fim de semana em Austin (EUA), devido à fratura no polegar direito.

Já Miguel Oliveira, que também esteve ausente do GP da Argentina devido à lesão nos tendões da perna direita provocada pelo embate da Honda de Márquez, teve hoje autorização médica para competir nos EUA.

O italiano Marco Bezzecchi (Ducati) chega a esta terceira rodada da temporada na liderança do campeonato, com 50 pontos.